Guarulhos: Fundo Social celebra Mês das Mães com chá para 100 gestantes

Aproximadamente 100 gestantes que fazem o acompanhamento do pré-natal em UBSs de Guarulhos participaram nesta quinta-feira, dia 23, de um chá da tarde oferecido pelo Fundo Social de Solidariedade, em parceria com a Secretaria de Saúde, no Salão de Artes do Adamastor Centro.

Em sua segunda edição, o evento ofereceu um kit de enfeite de porta de maternidade para as futuras mamães montarem, assim como disponibilizou um estúdio para que participassem de ensaio fotográfico e orientações sobre aleitamento materno, com equipes do Banco de Leite Humano Municipal.

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Elen Farias, destacou o empenho e a dedicação de todos os envolvidos na ação. “Estamos fechando o mês das mães com este lindo evento feito com muito amor e carinho para as 100 mamães atendidas pela Rede Cegonha da Secretaria de Saúde. Mais uma vez, esta parceria do Fundo Social com a Saúde é um sucesso”, afirmou.

Já a coordenadora da Rede Cegonha, Simone Lima, explicou os objetivos do trabalho. “É um prazer participar do evento e é um momento importante porque em Guarulhos nascem 21 mil crianças por ano. A Rede Cegonha tem o compromisso com a saúde do bebê, da criança, da adolescente e com o planejamento familiar”, disse Simone.

A maternidade como um momento especial na vida da mulher foi lembrada pela secretária do Trabalho, Telma Cardia. “Este é o momento mais sublime que uma mulher pode ter. Nada é mais especial do que ter no ventre o pulsar de uma vida. Que os novos filhos sejam bem-vindos. Parabéns ao Fundo Social e à Saúde pela iniciativa”, disse Telma.

Com sete meses de gestação, Maiara Araujo dos Santos Silva, 22 anos, participou do chá. Mãe de dois meninos com seis e dois anos de idade, ela conta que sempre desejou ter uma filha. “Esta gravidez não era esperada, mas sempre tive o sonho de ter uma menina. Estou muito feliz com a chegada da Micaelly, mesmo estando em um momento financeiro não muito bom”, contou a guarulhense que mora no Sítio São Francisco. Ela aprovou o evento. “Amei a recepção e o acolhimento aqui. Gostei das orientações sobre amamentação e, mesmo depois de ter tido dois filhos, aprendi muita coisa e tirei dúvidas com o pessoal da Saúde”, finalizou a gestante.

O Banco de Leite Humano Municipal disponibiliza também orientações pós-parto para que as gestantes possam tirar dúvidas e doar o leite excedente. Ele fica na travessa Orsi, 47, Jardim das Hortênsias. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 2408-4991 e 2408-6243.

Publicidade

Curtiu nosso trabalho?

Clique nos botões e siga a gente nas redes sociais.