Mulher cai da cadeira de rodas e fica pelo menos quatro dias em casa com o corpo do marido em Arujá

A mulher caiu da cadeira e não conseguia se movimentar; ela gritava por socorro e ninguém ouvia, segundo a polícia.

Uma mulher que caiu da cadeira de rodas ficou pelo menos quatro dias com o marido morto em casa sem conseguir socorro, em Arujá. A Polícia Militar descobriu o caso e ajudou a mulher nesta quinta-feira (28).

A cadeirante também precisou de atendimento médico devido ao tempo que ficou sem água e comida.

De acordo com a polícia, os moradores do Parque Rodrigo Barreto chamaram a PM por causa do forte cheiro que vinha da casa.

Chegando ao imóvel, os policiais encontraram um homem morto há cerca de 4 ou 5 dias. A única pessoa que estava na casa era a esposa dele, que é cadeirante. A mulher caiu da cadeira e não conseguia se movimentar. Ela estava gritando por socorro mas ninguém ouvia.

O Corpo de Bombeiros levou a cadeirante até o pronto-socorro. Os bombeiros disseram que a suspeita é que o homem tenha morrido de ataque cardíaco.

 

 

Publicidade

Curtiu nosso trabalho?

Clique nos botões e siga a gente nas redes sociais.